quinta-feira, 16 de junho de 2011

Ernesto Halffter - Habanera


video


Helena de Sá e Costa - piano

Luiz Costa - Roda o Vento nas Searas


video


Helena de Sá e Costa - piano

Luiz Costa - Cachoeiras da Serra


video


Helena de Sá e Costa - piano

Chopin - Mazurka op. 6, nº 1



video



Helena de Sá e Costa - piano

Chopin - Mazurka op. 50, nº 2



video



Helena de Sá e Costa - piano

Chopin - Mazurka op. póstuma em lá m



video



Helena de Sá e Costa - piano

terça-feira, 15 de março de 2011

Helena de Sá e Costa

Armando José Fernandes - Concerto para piano - I and.


(vídeo cedido por "teluriarte")

Concerto para piano de Armando José Fernandes (1º and.)

Helena de Sá e Costa - piano
Academia de instrumentistas de câmara
(gravação efectuada no Cinema Tivoli a 2 de Maio de 1960)

Armando José Fernandes - Concerto para piano - II and.


(vídeo cedido por "teluriarte")

Concerto para piano de Armando José Fernandes (2º and.)

Helena de Sá e Costa - piano
Academia de instrumentistas de câmara
(gravação efectuada no Cinema Tivoli a 2 de Maio de 1960)

Armando José Fernandes - Concerto para piano - III and. - 1ª parte


(vídeo cedido por "teluriarte")

Concerto para piano de Armando José Fernandes (3º and.- 1ª parte)

Helena de Sá e Costa - piano
Academia de instrumentistas de câmara
(gravação efectuada no Cinema Tivoli a 2 de Maio de 1960)

Armando José Fernandes - Concerto para piano - III and. - 2ª parte


(vídeo cedido por "teluriarte")

Concerto para piano de Armando José Fernandes (3º and.- 2ª parte)

Helena de Sá e Costa - piano
Academia de instrumentistas de câmara
(gravação efectuada no Cinema Tivoli a 2 de Maio de 1960)

Armando José Fernandes - Concerto para piano - IV and.


(vídeo cedido por "teluriarte")

Concerto para piano de Armando José Fernandes (4º and.)

Helena de Sá e Costa - piano
Academia de instrumentistas de câmara
(gravação efectuada no Cinema Tivoli a 2 de Maio de 1960)

Helena de Sá e Costa

Helena de Sá e Costa

Helena de Sá e Costa - biografia

Neta de Bernardo Moreira de Sá, ilustre violinista, maestro e pedagogo, fundador do Orpheon Portuense e do Conservatório de Música do Porto, Helena de Sá e Costa brilhante pianista e pedagoga, nasceu a 26 de Maio de 1913 no Porto, tendo iniciado os estudos de piano com sua mãe, a pianista Leonilde Moreira de Sá. Posteriormente prosseguiu os estudos pisnísticos com o pai, o pianista e compositor Luiz Costa e com Vianna da Motta.

Em 1935 conclui curso de piano no Conservatório Nacional com a classificação máxima: 20 valores. No programa, entre outras obras, o Concerto em sol m de Saint-Säens (no 2º piano Lourenço Varela Cid) e o Concerto de Schumann (no 2º piano por Vianna da Motta). Terminado o curso, concorre ao Prémio Beethoven, do qual sai vencedora. Nele, interpreta a Sonata op. 101 e as Variações Diabelli op. 120 do grande mestre alemão. (Este Prémio, atribuído alternadamente a alunos de piano e de composição que tivessem obtido 20 valores no exame final, era um Prémio do Conservatório criado por Vianna da Motta, à época director desta instituição).

Ainda em 1935 e após a conclusão do curso superior de piano, interpreta o 2º Concerto de Saint-Säens com a Orquestra Sinfónica da Emissora Nacional sob a direcção de Pedro de Freitas Branco, seu Maestro Titular.

Concluídos os estudos em Portugal, Helena de Sá e Costa parte para Paris onde vai estudar com os pianistas Paul Loyonnet e Alfred Cortot.

“O primeiro – diz-nos Helena de Sá e Costa – era considerado o principal intérprete de Beethoven em França, deixou-nos um interessante livro intitulado “Beethoven e as 32 sonatas”. Cortot, por outro lado, era o apaixonante mestre romântico, intelectual, autor de obras didácticas e biógrafo. Era sobretudo um artista do piano, um poeta do piano.”

Depois da experiência vivida em Paris, Helena de Sá e Costa parte para Berlim, onde vai estudar com Edwin Fischer. E foi precisamente com Fischer e com sua Orquestra de Câmara de Berlim, que a nossa pianista se estreou em Paris em 1938, num concerto onde interpretou, ao lado do mestre alemão, os Concertos de Bach para 2 e 3 pianos.

Com uma brilhante e intensa carreira artística, Helena de Sá e Costa realizou ao longo da sua vida inúmeras tournées não só por toda a Europa, mas também pela América do Norte e do Sul, apresentando-se tanto a solo como em música de câmara, área onde colaborou com vários artistas nacionais e estrangeiros. Pierre Fournier, Maurice Gendron, Sandor Végh, Arthur Grumiaux, Janos Starker, Rita Gorr e Zara Nelsova, são apenas alguns dos nomes com quem trabalhou.

No entanto no capítulo da música de câmara destacam-se sobretudo os inúmeros concertos que realizou com a sua irmã, a violoncelista Madalena de Sá e Costa e com o Trio Portugália, formação constituída por Henry Mouton – violino, Madalena de Sá e Costa – violoncelo e Helena de Sá e Costa – piano.

Das variadíssimas tournées que efectuou, lembramos aqui a realizada a Espanha em 1945, uma série de 15 concertos onde tocou não só a solo como também com a irmã Madalena. Durante esta longa tournée Helena de Sá e Costa, teve a oportunidade de contactar com alguns dos grandes músicos da época, entre eles, contam-se os nomes de Joaquin Rodrigo, Alicia de Larrocha, Rosa Sabater e Cristobal Halffter.

Outro país de eleição foi a Bélgica, onde se apresentou com regularidade em concertos a solo e com orquestra, interpretando um vasto reportório onde se incluem alguns dos concertos de Bach, Mozart e Beethoven e ainda as “Variações Sinfónicas” de César Franck, a “Bourleske” de Strauss e a “Rapsódia Portuguesa” de Ernesto Halffter.

De entre os maestros com quem trabalhou, encontramos nomes como os de Hans Swarowsky, Ernest Ansermet, Igor Markevitch, Edouard van Remoortel, Paul Kletzky, Jean Fournet, Efrem Kurtz, Pedro de Freitas Branco e Frederico de Freitas.

Durante toda a sua longa carreira que se iniciou profissionalmente em 1935, mas que desde tenra idade se vinha a desenvolver em inúmeros recitais realizados em várias cidades do país, é de salientar a grande atenção que Helena de Sá e Costa dedicou aos compositores portugueses e em especial à obra de seu pai, Luiz Costa, distinto pianista e compositor que viveu entre 1879 e 1960.

A par da sua actividade artística, Helena de Sá e Costa desenvolveu igualmente uma notável actividade como pedagoga, sendo recordada por todos os seus alunos com enorme carinho.

Entre 1939 e 1945 foi professora no Conservatório Nacional, ocupando o lugar deixado por Vianna da Motta após a sua aposentação. Helena de Sá e Costa leccionou ainda no Conservatório do Porto e realizou ao longo da sua vida inúmeros cursos e Masterclasses tanto em Portugal como no estrangeiro em países como a Áustria, Suíça, Itália, Alemanha, França, Estados Unidos e Canadá. O seu enorme prestígio levou-a ainda a participar em júris de concursos nacionais e internacionais como os de Berlim, Berna, Vianna da Motta (em Lisboa), Palma de Maiorca, Maria Callas (em Atenas) e Luiz Costa (no Porto), entre muitos outros.

Como intérprete, cabe aqui recordar, a fechar esta pequena biografia, que Helena de Sá e Costa foi a primeira pianista a tocar em Portugal a integral do “Cravo Bem Temperado” de Johann Sebastian Bach. Em disco deixou-nos a gravação do 1º Caderno do “Cravo Bem Temperado” e do Concertino para piano e orquestra de Fernando Lopes-Graça, obra que lhe foi dedicada. Com gravações pertencentes ao arquivo da rádio saíram ainda em CD o concerto de Armando José Fernandes e o 4º concerto de Beethoven.

Helena Moreira de Sá e Costa faleceu a 8 de Janeiro de 2006 no Porto.

Helena de Sá e Costa